quinta-feira, 29 de julho de 2010

Coluna Lançamentos / Bastidores / Eu indico e Ranking da semana



A ilha - Nos anos 1940, agente do FBI (Leonardo DiCaprio) vai a ilha onde o governo norte-americano mantém sombrio manicômio. Ele e o parceiro (Mark Ruffalo) investigam o destino de uma paciente em fuga. Enquanto procuram pistas de seu paradeiro, surge a suspeita de que o diretor da instituição (Ben Kingsley) mantenha em segredo um laboratório nazista de manipulação de mentes. Ao mesmo tempo, o detetive passa a ser o principal foco de interesse. Nuvens negras remetem ao peso da loucura, paranoia e claustrofobia.
Ilha do medo (Shutter Island, EUA, 2010). De Martin Scorsese. 137 minutos.



Buzina - O documentário se aproxima de Abelardo Barbosa, o saudoso Chacrinha, através do universo e pessoas a seu redor, como artistas famosos, chacretes e candidatos ao famigerado Troféu Abacaxi. Por isso não adianta esperar dados biográficos deste pernambucano de Surubim. O que vale é evocar seu espírito zombeteiro e seu legado. Incorreto em expor as fraquezas e picuinhas dos entrevistados, o diretor cruza fronteiras da ética em busca de irreverência e provocação anárquica, marcas registradas do apresentador.
Alô Alô Terezinha!
(Brasil, 2010). De Nelson Hoineff. 95 minutos. Imovision.



Médium - Baseado em livro do jornalista Marcel Souto Maior, conta como um homem de infância sofrida se tornou o mais famoso médium brasileiro. O vai-e-vem biográfico tem como âncora uma entrevista histórica concedida por Chico (notável interpretação de Nelson Xavier) para um programa de TV, cujo diretor (Tony Ramos) não admite a morte do filho e por isso se irrita com o discurso do médium. Linguagem televisiva transbordante, neste melodrama novelesco com duvidosos momentos de humor.
Chico Xavier (Brasil, 2010). De Daniel Filho. 124 minutos. Sony.

Bastidores

Bom Jardim, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho estão na rota do 3º Video Indio Brasil. Patrocinado pelo MinC, o festival mobiliza 101 cidades brasileiras. Uma das atrações é Corumbiara (foto), de Vincent Carelli, eleito melhor longa no último Festival de Gramado. Em Camaragibe, o festival será no Espaço da Gruta (ao lado da Praça de Eventos - Vila da Fábrica); em Bom Jardim, no Varonil Esporte Clube; e no Cabo, no Teatro Barreto Junior. A programação começa sábado, às 19h. Programação completa: www.videoindiobrasil.org.br

Após três anos de parceria com a Copacabana Filmes, a B52 Cultural de Tactiana Braga não realizará o Festival Internacional de Cinema Infantil no Recife e Salvador. Focada em outros projetos, a produtora realiza Filhos do Mestre - O legado cultural do Mestre Salu, em parceria com a Opara Filmes de Tiago Leitão.

Via Twitter, os programadores do Cine São Luiz denunciam antigo problema que asfixia o circuito independente de exibição. A preferência dada por grandes distribuidoras a grandes exibidores. O estopim foi o cancelamento de Os famosos e os duendes da morte, anunciado como a próxima estreia do São Luiz (três sessões por dia) e logo depois cancelado pela Warner, em prol do grupo UCI Ribeiro, que exibirá o longa de de Esmir Filho em sua Sessão de Arte.

"Vários filmes estrangeiros ficam restritos às grandes redes exibidoras, e só são liberados para os demais cinemas depois de lançados em DVD", diz o Twitter do Cine São Luiz. Dentro dessa lógica, filmes como Um homem sério, dos irmãos Coen, sequer chegaram às salas do Recife.

Eu indico


Crédito: Val Lima

Eu indico o filme Notorious Big - nenhum sonho é grande demais (Notorious, EUA, 2009). Ele é interessante porque mostra a vida de um garoto que nasceu no Brooklin, filho de mãe solteira, que se envolveu com o tráfico de drogas, teve passagem pela polícia, tendo sido presidiario e conseguiu dar a volta por cima através do rap, alcançando notoriedade. No entanto, por conta da inveja, ele é morto por pessoas envolvidas com o rapper Tupac, que também foi morto pelos próprios integrantes de sua gravadora.

Sérgio Ricardo Cavalcanti, codinome "Sociólogo da Favela", é B-Boy e ativista do hip-hop recifense

Ranking Mais locados

Avatar (EUA, 2009), de James Cameron
Atraídos pelo crime (Brooklyn´s Finest, EUA, 2010), de Antoine Fuqua
A estrada (The road, EUA, 2009), de John Hillcoat
O livro de Eli (The book of Eli, EUA, 2010), de Albert e Allen Hughes
O Lobisomem (The Wolfman, EUA, 2010), de Joe Johnston
Cadê os Morgan? (Did You Hear About the Morgans?, EUA, 2010), de Marc Lawrence
Um sonho possível (The blind side, EUA, 2010), de John Lee Hancock
Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland, EUA, 2010), de Tim Burton
Decisões extremas (Extraordinary Measures, EUA, 2010), de Tom Vaughan
Amor sem escalas (Up in the air, EUA, 2009), de Jason Reitman

Fonte: Classic Video (81) 3228-4302 (www.classicvideo.com.br)

Um comentário:

disse...

Vc indicou e o Andre me falou e eu assisti e gostei muito! ótima indicaçao A ilha do medo!
me surpreendeu. nao achei que fosse um filme ruim mas foi bem melhor do que eu esperava!