quarta-feira, 22 de abril de 2009

Macaco Bong, rock'n'roll e arte gráfica

Na hora dos shows entediantes, o stand da Monstro Discos se tornava o melhor lugar do Abril Pro Rock 2009.

Aproveitei o ensejo para comprar o CD da banda mato-grossense Macaco Bong. Já contava uma era que estava a fim de conhecer o som, e a arte da capa deu o gás que faltava.



Arte de Douglas Castro Pereira, do coletivo goiano Bicicleta Sem Freio. No Flickr do cara tem outros desenhos, nada caretas.

Não por acaso, o coletivo foi um dos dez convidados para criar gravuras inspiradas no APR. Até o fim do mês, elas estão expostas na Livraria Cultura (Paço Alfândega).

Além do Bicicleta Sem Freio, participam da exposição os artistas João Lin, Derlon, Mascaro, Juliana Notari, Paulo Meira e Thiago Amorim, além dos convidados de outros estados, Shiko (PB) e Silvia Rodrigues (BA).


ARTE DE SHIKO

Cá entre nós, faltou Paulinho do Amparo, que por sua vez devia estar ocupado fazendo o cartaz do Abril Pro Okki, festival underground que tira onda com o APR, tradição que vem desde o antológico Recife em Chamas no Bar Garagem. Este ano, a atração principal será a banda Cruor, antológica representante do metal pernambucano, em nova formação.

O evento rola na quinta, dia 30, na Cachaçaria Virgulino, Rua do Sol, Olinda. E salve-se quem puder.

Com vocês, a fina flor da rock art:

Um comentário:

Lidianne Andrade disse...

adoro olinda e suas antagonias e revoltas!